Traduzir

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Método Cyriax

É mais um método que uso com regularidade nas consultas. Tem outras designações como Método Benjamin ou Fricção Transversa Profunda.

Foi desenvolvido por James Cyriax, e o seu aluno Ben Benjamin tornou este método amplamente conhecido. A minha formação neste método foi feita com Angel Gil Estevez, que por sua vez aprendeu diretamente de Ben Benjamin. Ou seja, a forma como eu o aplico é pura.

Está indicado para lesões nos tecidos moles (músculos, ligamentos, tendões, tecido conjuntivo), especialmente em casos de ruturas parciais.

Conforme uma das designações deste método sugere, é um movimento que é aplicado no sentido transversal ao das fibras lesionadas. Daqui podemos depreender os conhecimentos anatómicos que são precisos para a sua correta execução.

Vou usar como exemplo o caso de uma rutura parcial num ligamento, como é tão comum em entorse do tornozelo.

Quando se rompe um ligamento o corpo desencadeia uma série de mecanismos (principalmente químicos) que visam a recuperação do tecido lesionado, esses mecanismos terminam com a formação de novas fibras que irão ocupar o lugar das anteriores.
Mas acontece que a formação das novas fibras é feita de forma anárquica se existir repouso excessivo do ligamento lesionado (este repouso pode dever-se à imobilização da articulação, ou por a pessoa deixar de fazer determinado movimento porque lhe dá dor). 
A formação anárquica não só aumenta o tempo de recuperação, como também irá formar as chamadas "aderências" que, conforme o nome indica, são fibras em excesso que unem os tecidos uns aos outros, e neste exemplo em concreto, aderem o ligamento ao osso fora do seu ponto de inserção. As aderências além de provocarem limitação no movimento, podem originar dor crónica.

Lamentavelmente assiste-se muitas vezes a imobilizações totalmente desnecessárias e que só atrasam o processo de recuperação, recuperação essa que muitas vezes acaba por ser incompleta.

Quantas vezes ouvimos dizer que após ter feito "aquela" entorse o tornozelo nunca mais voltou a ser o mesmo, ficou limitado em certa posição, tendo dor em determinado tipo de movimento?

Ao ser aplicado o método Cyriax, a formação de novas fibras será feita no sentido correto e impedirá que se desenvolvam aderências. Ou seja, a recuperação da lesão será muito mais rápida e não trará limitações futuras, mantendo os tecidos a sua mobilidade.

Este método é tão eficaz em lesões agudas como crónicas, precedido sempre por uma rigorosa avaliação.


Sem comentários:

Enviar um comentário